Introdução

Há muito o que ser aprendido. Há muito o que podemos extrair do que vemos, tocamos, ouvimos, e acima de tudo, sentimos. Nossa sabedoria vem dos retalhos que vamos colhendo ao longo de nossa evolução, que os leva a formar a colcha que somos. Esse espaço é para que eu possa compartilhar das luzes que formam o que Eu tenho sido!!!

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

AMAR TAMBÉM SE APRENDE

Seguem alguns fragmentos do livro "Amar Também se Aprende", de Lourdes Catherine (espírito) através de Francisco do Espírito Santo Neto, editado pela Boa Nova Editora.  
Que a leitura de pequenos trechos possa suscitar em você amigo e amiga a vontade de fazer uma imersão completa nessa obra que é muito interessante e nos provoca importantes reflexões.


"As contradições e desilusões amorosas só acontecem no nível da persona, em que o desenvolvimento da consciência é baixo, seu impulso é elementar e, por isso, pode levar a interpretação equivocada da energia amorosa, o que redundaria em afetações do sentimento, ou seja, sentimentalidades."

"Ao definirmos o amor podemos correr o risco de limitá-lo. Porém, é bom que se saiba, ele não escraviza nem subjuga. O amor real emancipa, libera-nos e livra-nos das dependências."

"(...) o despertamento da própria transformação interior constitui, sem dúvida, a finalidade maior da existência."

"(...) há certas lições a serem retiradas dos erros do amar, senão vamos passar inúmeras encarnações repetindo-os, como insetos que se debatem estouvados nas vidraças das janelas, impossibilitados de perceber que, embora o vidro seja transparente, não se pode atravessá-lo."

"(...) experiências ensinam sempre mais que aconselhamentos e enciclopédias."

"(...) só o amor vivido, compartilhado e disseminado é que sobreviverá."

"De nada vale a luz da inteligência, se o coração permanece na escuridão."

"Todo amor emana da Divindade, criando e nobilitando a vida, desde a indigência do charco até a magnitude do céu estrelado."

"Quem tem fé na imortalidade da alma torna-se detentor de novos olhares e, mais que isso, de magníficos olhares de esperança e de amor que duram infinitamente."

"Podemos ter amado - de verdade - o primeiro amor, mas isso não significa que não poderemos amar muitas pessoas ao longo da vida, de formas melhores e completamente distintas."

"Só começamos a amar verdadeiramente quando temos por certo que todas as coisas fazem parte da filiação divina."

"Por termos uma noção vaga e romântica do que o amor significa, não devemos esperar que ele faça tudo aquilo que nos compete fazer."

"O caminho da infelicidade a dois é não admitir as diferenças pessoais e querer estar de acordo com o parceiro o tempo todo."

"Quando amamos verdadeiramente, não ficamos cegos ou insensíveis aos conflitos e inseguranças; ao contrário, nos tornamos mais capazes de ver as coisas tais quais são, percebendo o que muitos não conseguem enxergar."

"(...) a crise é proporcional ao grau evolutivo de cada criatura. Qual ocorre com as etapas do mundo vegetal - sementeira, germinação, crescimento, desenvolvimento, floração, frutificação e colheita -, também os homens, em cada fase, encontram particulares desafios renovadores a serem conquistados."

"O ciúme quer garantir o direito exclusivo sobre a criatura amada, quando na realidade podemos amar um sem-número de pessoas simultaneamente - cônjuges, amigos, familiares e outras tantas mais."

"(...) cada qual encontra no amor aquilo que traz dentro do próprio coração."

"(...) às vezes os desatinos da vida nos fazem andar sobre a lama; no entanto, isso não é declínio nem fracasso, pois ruína é fazer da lama o motivo da própria vida."



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Brilhe a Vossa Luz!!!